Novo Cenário Editora Martin Claret

Caro (a) leitor (a) e amigo (a),

O principal objetivo da Editora Martin Claret sempre foi contribuir para a difusão da educação e da cultura, por meio da democratização do livro. Nos últimos anos, as duas palavras de ordem em nosso Editorial são renovar e inovar. Palavras análogas, afins, entretanto, distintas. Renovar, fazer de novo, dar força, revigorar-se. Inovar, fazer algo que não era feito antes. A designação dessas palavras por si só nos contemplaria, mas explicamo-nos.

As recentes edições, das muitas que virão, são prova do cuidado com o que é publicado: a edição especial de Memórias da Casa dos mortos, por exemplo, possui tradução (diretamente do russo) do escritor e poeta bielo-russo Oleg Almeida; a coleção especial de Jane Austen, traduzida por Roberto Leal Ferreira, renomado tradutor com anos de experiência em diversas casas editoriais; as traduções das Irmãs Brontë de O morro dos ventos uivantes, Villette e Shirley feitas pela Doutora em Teoria Literária pela USP, Solange Pinheiro; as novas edições especiais dos contos de Edgar Allan Poe, Contos de suspense e terror e Contos de amor e terror, traduzidas com maestria por Eliane Fittipaldi Pereira e Katia Maria Orberg, doutoras em literatura pela USP; as edições especiais infantojuvenis, como Histórias de Mowgli, As viagens de Gulliver, Robin Hood, Pollyanna e Pollyanna Moça, Alice no País das Maravilhas e Alice através do Espelho e Peter Pan possuem belas ilustrações de capa e miolo, além de apêndices com textos e referências que focam a intertextualidade da narrativa com outras linguagens, tornando a leitura mais interessante e levando o leitor para um universo além da obra. Vale destacar também alguns outros lançamentos, como a edição especial de O engenhoso fidalgo Dom Quixote de la Mancha, com a tradução consagrada do Conde de Azevedo e Visconde de Castilho, além de prefácio e apêndices escritos por alguns dos maiores especialistas brasileiros no assunto; a edição inédita de A festa ao ar livre e outras histórias, da autora neozelandesa Katherine Mansfield, traduzida pela brilhante Lenita Rimoli Esteves; O menino múltiplo, de Andrée Chedid, lançada pela primeira vez no território brasileiro, com tradução aprovada pela Universidade de São Paulo e O retorno do nativo, de Thomas Hardy, traduzido pelo jornalista Jorge Henrique Bastos. Muito em breve outras edições primorosas serão incluídas ao catálogo, como Orlando, de Virginia Woolf, traduzida por Eliane Fittipaldi Pereira e Katia Maria Orberg; Novelas exemplares, de Miguel de Cervantes, traduzida por Yara Camillo; O conde de Monte-Cristo, de Alexandre Dumas, traduzida por Herculano Villas-Boas e O homem que ri, de Victor Hugo, traduzida por Regina Célia de Oliveira.

A missão da Editora Martin Claret é conscientizar e motivar as pessoas a desenvolver e utilizar o seu pleno potencial mental, emocional, espiritual e social, e é um prazer tê-lo como parte dessa nossa nova fase.

Obrigado por escolher nossas publicações!

Um grande abraço,

Equipe da editora Martin Claret Ltda.

 

(11) 3672 8144 – Grande São Paulo
0800-558144 – Demais localidades
Rua Alegrete, 62 - Sumaré
São Paulo/SP, 01254-010